segunda-feira, julho 24, 2006

Novatos - parte II

A pedido do Naldiro, o nosso grande mentor espiritual, aqui estou para descrever o que é que se espera que o Remigídio faça. Efectivamente, este nosso novo colaborador, e no âmbito da nossa estratégia, foi recrutado pelos seus excelentes conhecimentos sobre as coisas da indústria. Como este blogue tem projectos para se expandir na indústria, e nas coisas da indústria (pensavam que só o Ti Belmiro de Azevedo é que podia, não?) julgámos que um especialista destes daria sempre jeito nas avaliações e decisões sobre o material derivado da indústria. E das suas coisas claro!
Assim contratamos um ecid – especialista de coisas da indústria e deslocações.

Portanto o que se espera, é que ele escreva e trate de assuntos relacionados com essas coisas. Coisas da indústria, assuntos relacionados com a indústria das coisas, projectos que contemplem a vertente industrial das coisas, coisas que afectam a potencialidade industrial de uma qualquer coisa, no sector da industria, coisas industriais e afins claro, e como não poderia deixar de ser, tudo o que tenha a ver com coisas, que só especialistas desta área sabem. Assim sendo, e porque acho que fui bastante claro nas coisas que esperamos que faças, nada de inventar outras coisas, que não há dinheiro para te pagar muito menos do que já te pagamos.

Já me esquecia. O termo "deslocações" foi só para te subir um degrauzito na grelha salarial do IRCT (umas leis retrógadas aprovadas a seguir ao 25 de Abril) do nosso sector de actividade. Chamamos a isto "enriquecimento de tarefas". Se assim não fosse, provavelmente terias que pagar, para pertenceres a esta holdig. E mais, considera isto um bónus que a gerência te tribui, a sonoridade do teu título, ecid, poder-te-á proporcionar momentos de fama inalcançáveis. Imagina o exemplo de um diálogo:

- Então o que é o que faz exactamente?
- Sou ecid!
- Ai é o José Cid? Tem graça que sem os óculos nao o reconheci!

Sem comentários: