quarta-feira, junho 06, 2007

Vai Tudo Abaixo!

Estamos em remodelação!

Uma pergunta...

Emprestas-me 2000 Euros?

- Eu sou verde?

terça-feira, janeiro 02, 2007

Ocasiões Festivas

Eu gosto da passagem de ano...mas as passas! Para que são as passas?? Que tendência irritantezinha para associar datas festivas a situações embaraçosas. A minha utopia de início de ano perfeito não supõe de certeza enfiar doze passa de uva (que são certamente a ralé dos frutos secos) na boca enquanto tento, desesperadamente e em simultâneo, abrir a garrafa de champagne para tentar restabelecer a circulação de oxigénio.

Do mesmo modo que não entendo porque temos que morder as velas quando fazemos anos... Não, comer cera não é bom... é até um bocadinho parvo, tendo em conta que em seguida nos pedem para enfiar a cara naquilo que é realmente suposto comer, o bolo. (se calhar estas já não são práticas comuns para o leitores e colaboradores do importa-se, mas as marcas... essas ficam!).

Termino com o Natal que vai indubitavelmente na frente do ranking "ocasiões festivas que obrigam a situações embaraçosas"...desde o infeliz que é nomeado para se vestir de Pai Natal, ao sapatinho debaixo da árvore que ano atrás de ano se prova não ser eficaz mas do qual nunca se desiste,... Felizmente, e para salvar a dignidade desta noite, já não voltaram a passar o Bravo Bravíssimo.

meus caros, um bom ano de 2007

quarta-feira, novembro 29, 2006

Atípico

Renascida a vossa contribuinte... se me permitem que volte ás lides bloguistas, já na condição de futura AMH (analista da mente humana) – já que aqui toda a gente vai falando por siglas.

Vamos pôr mão nisto!!!

Já sabemos que fomos assolados por uma estranha onda de matrimónios e que já sobre ela recaem inúmeras teorias explicativas. Mas mais do que ameaçador... isto é atípico... não atípico como a pneumonia (notem, não quero de modo algum atribuir características galináceas aos nossos recém e não tão recém casados)... antes atípico de contra a norma nacional. Isto de casar, isto de ter filhos parece-me tratar-se de uma tentativa de ser excêntrico (sem para isso estacionar aviões na garagem lá de casa... casa agora que devo com certeza chamar "lar", caros esposos deste blogue). "Ai cada vez se casa menos? Cada vez se tem menos filhos? Então querida, vamos desafiar as estatísticas, vamos constituir família!"

Vou "esmiuçar" até à exaustão este comportamento desviante... isto tem que ser patológico!

domingo, novembro 26, 2006

Frase da Semana

«Em dia de tempestades e trovoadas, o local mais seguro é perto do chefe...

...Não há raio que o parta!!!»

quarta-feira, outubro 04, 2006

Conspiração 2

Ora bem, apesar de concordar com toda a Teoria da Conspiração descrita pelo nosso erreagá Adalcindo, tenho algo a acrescentar, que sendo apenas um complemento à primeira, esta não deixa de ser tão ou mais importante.

É certo que o casamento é prejudicial aos blogues, é certo que as tarefas domésticas nos ocupam demasiado tempo para fazermos algo que realmente nos dê "gozo". É certo que o enlace matrimonial nos obriga a diminuir drasticamente o nosso rendimento em coisas, que antes, eram essenciais como é o caso do levantamento do copo ou do arremesso da beata... mas não é tudo... ai não é não... até porque, com uma grande dificuldade (muito grande mesmo) sempre vamos conseguindo ludibriar o sistema e conseguir ter 3 ou 4 minutinhos para as actividades que nos dão algum prazer, mas o pior está para vir.

Quando chegam os herdeiros, pois com esses é que não conseguimos nada. Só fazem o que querem, quando querem e mesmo quando tentamos levar a nossa avante, eles olham-nos com aquelas carinhas amorosas, chantageando-nos a fazermos tudo o que é de seu interesse.

Depois vêm os brinquedos, que trazem sempre aquelas etiquetas a dizer:
-4 a 6 meses, 2 a 4 meses, dos 6 aos 18 meses, dos 12 aos 24 meses...

que nos obrigam a ver se têm a marca CE, o que se pode ou não fazer, se pode ou não ir à boca, se tem peças pequenas que eles possam engolir, etc... e mesmo depois de ler tudo isso, temos de estar sempre atentos para ver se eles se engasgam ou não, se têm as mãos sujas na boca, se não estão a roer os móveis (pois, não são só os cães que o fazem), ou seja, é o mesmo que estar a fazer uma vigilância de 24 sobre 24 horas.

Voltando aos brinquedos, quando chegam a nossa casa, também temos de ler todos os manuais para ver como montar, o que fazem, como devem ser tratados e quando tudo parece estar resolvido, eis que vem o pior ... começam aquelas barulhos monótonos, acompanhados de umas luzes bem berrantes, e com aquelas letras fantásticas para os putos:

-Eu sou a lagarta Flora, como maçãs a toda a hora... uma maçã, nham... duas maçãs, nham nham (agora ler com um ritmo de uma música pimba)

Depois de toda esta maratona, finalmente eles vão dormir e aí sim, vamos gozar à vontade.... aaahhhhh (bocejo) estou cansado, estou com sono, vou dormir porque às 8h está o puto pronto para beber o leite...

mais informo

é só para dizer que ainda por aqui ando... mais ou menos

terça-feira, setembro 26, 2006

Conspiração

O que eu temia, aconteceu. Subitamente o Importa-se vê a essência da sua criação comprometida. No início do projecto, este blogue tinha um único colaborador casado na sua equipa, que era eu. Ao início este facto era visto como uma mais valia (nem que fosse estar calado) para os pontos de vista da equipa. Depois vieram os ataques ferozes à minha baixa produtividade feitos pelo Conselho de Administração. Entretanto toda a política de contratação de novos colaboradores foi condicionada. Os critérios definidos eram a diponibilidade total, dia e noite, a qualquer hora teriam que surgir postas dos novos colaboradores. Um dos novos colaboradores, conseguiu furar o esquema definido pela Administração, mentiu e com uma grande cunha, e lata, apesar de ser casado, lá foi admitido. Gozando com todos os colaboradores desta holding, decidiu ter um filho, em prejuízo claro da sua produção.
Os outros, com inveja, aprofundaram as suas relações e hoje apesar de solteiros, estão piores que nós os casados. Entretanto o grande mentor e fundador deste projecto casou-se. Pelas minhas contas, e experiência, não vai postar durante as primeras 6 semanas de casamento. Já lá vão 34 dias...
Quero acreditar que tudo isto foi uma estratégia de blogues concorrentes. Enviaram ninfas para a nossa vida, que nos absorvem todos os minutinhos preciosos que tínhamos para postar. Estas obrigam-nos a ler manuais de instrucção infindáveis. Ontem, eu mesmo, estive 5 horas para montar uma secretária (não é dessas!). O primeiro resultado da minha montagem foi algo parecido com um cruzamento genético de um guarda-fatos com um cadeira. Muito estranho. Ainda liguei para a linha de apoio ao cliente, mas concluí que só se podem montar secretárias das 14h às 18h, de terça à sexta-feira. De seguida, apanhei duas máquinas de roupa que estavam a secar, lavei a louça suja do fim de semana e antes de me deitar tive que fazer a cama de lavado. Eram uma da manhã quando me deitei. Postar? O casamento é prejudicial aos blogues.

quarta-feira, agosto 30, 2006

Corda? Para quê?


Como podem verificar no post anterior a este, o Naldiro diz que vai buscar uma corda... é que julga que se vai enforcar no seu enlace matrimonial. Mas uma coisa é certa, as coisas não são bem assim.

Isso de dizerem que uma pessoa se vai enforcar, não passa de uma lenda, sem fundamento, e eu falo com conhecimento de causa.

Senão vejamos:


  • Desde que me casei, comecei a ter uma companhia, a toda a hora e instante, sempre ao meu lado, e a dar opinião sobre tudo o que faço (é bom, ou não?)

  • Deixei de ter o meu espaço, na minha casa, para fazer o que me dá na real gana, para poder ver os meus programas de TV favoritos, para poder jogar no meu PC ou simplesmente para poder ler uma revista

  • Deixei de poder assinar as revistas que me dão gozo de ler, tais como, TURBO, MAXMEN, FHM (ainda bem que as tinha assinado antes de me casar)

  • Passei a ter um controle total, das 8h às 18h (enquanto estou no trabalho) e claro, enquanto estou em casa (descanso desse controle quando estou a dormir)

  • Deixei de ter a minha privacidade no Telemóvel e no Messenger

  • Tudo o que eu tento ou faço para melhorar a nossa qualidade de vida é criticado e as prioridades nunca são as mesmas

  • Cada vez que está a dar um filme que eu quero ver, existe sempre algo mais importante para fazer (limpar o pó, aspirar o chão ou mesmo jogar ao berlinde

  • Sempre que pensamos em trocar de carro, nunca podemos, pois antes disso temos de trocar os cortinados, os sofás, ou mesmo as loiças de jantar para mostrar quando cá vêm convidados

Em suma Naldiro, como podes verificar, o casamento só nos trás a felicidade e a paz de espírito, que, sem dúvida nenhuma, é meio caminho para a felicidade.

As mulheres têm este dom com elas, é que em todas as suas acções gostam de demonstrar o seu carinho e amor por nós, e é disso que se trata, é que o casamento, não é mais que um mar de felicidade numa vida a dois (às vezes a 3 e a 4 até se torna mais interessante)

Força com isso, e eu vou fazer por chegar mais cedo ao local do enlace, para te ajudar a fazer e a apertar bem o nó... (da corda ou da gravata?!?)

quinta-feira, agosto 24, 2006

Já volto

Vou só ali buscar uma corda...

segunda-feira, agosto 07, 2006

Vai te embora ó mês d'Agosto!!

Já estamos no mês de Agosto!!

Mês de emigrantes essa espécie rara... dizem vocês! Emigrantes agora são aos milhões ou mesmo aos milhares... são tanto que vale a pena perceber melhor o funcionamento dessa espécie.
EMIGRANTE: espécie migratória com um ciclo de actividade bianual que começa por fazer a sua aparição lá por meados do mês de Julho e desaparece finalmente lá para fins de Agosto, tendo o seu grande auge no dia 15 de Agosto. Nesta data milhares de individuos reunem-se em afamadas festas populares de Nossa Srª da Agrela, abrilhantadas (vocábulo próprio da espécie) por famosicimos artistas da praça, vidé Nel Monteiro, ou mesmo um tal de Zelino, ou ainda o apuradissimo duo Filipe-Veronica e para terminar Banda Lusa , qualquer um deles recomendadíssimo para as festas de Verão!!
A meio, entre uma cerveja mini e um naco de frango de churrasco, ainda dá tempo para apreciar os hábitos familiares da espécie e as preocupações dos progenitores com o bem estar das crias:

Gean Mixel? Gean Mixel qué que tu vá fairre?? Gean mixel, tu vá tombê!!! Gean Mixel, vian issi! GEAN MIXEL, ARETÉÉ! João Miguel já te avisei, olha que levas uma tapona no focinho!!!

Terminada a festarola, lá vão eles no seu Opel Calibra GTX Sport amarelo, claro está, rumo a uma qualquer aldeia perdida no mapa do nosso país.

Mas é tão bom voltar a ver as aldeias do interior cheias de jovens... a mistura de linguas diferentes... as filas na auto-estrada... as bichas na chegada à praia... os carros com música pimba ao berros!!!! AHHHHHH !!

Vai te embora, ó mês d'Agosto!!!

quinta-feira, agosto 03, 2006

Pensamento

Descobri que o melhor tratamento de beleza é a bebedeira!
Quando estou com uns copos a mais, toda a gente me elogia...

"Tás bonito, tás..."

sexta-feira, julho 28, 2006

Novatos - parte III

Ali o Nobílio, apesar de ja cá andar há uns tempos, tem um índice de postas que lhe confere ainda o estatuto de Novato e não lhe permite ter um conhecimento aprofundado do funcionamento da holding. Vai daí volta e meia aparece alguém a querer convocar uma assembleia geral. Eu não sou contra as assembleias gerais, é preciso é definir a logística do processo nomeadamente quem leva os petiscos, quem leva o tinto e quem leva a cerveja.

Além disso o meu caro Norbílio, pelo que pude constatar por uns drafts de postas quer por aí andam, tem também alguns problemas quanto à posição laboral que possuí e quer-me parecer que está a tentar desviar-se em termos profissionais dos restantes elementos da holding o que por si só seria motivo para processo disciplinar. Mas como não temos estatutos nem regulamentos por esta vez passa.

O que eu peço é que o meu caro amigo Adalcindo se disponibilize, novamente, para elucidar, desta feita, o Norbílio no consiste a sua profissão exactamente que ele deve andar com a mania das grandezas.

Isto está a calhar muitas vezes ao fim de semana mas pronto, como se diz por aí, há que dar produção.

terça-feira, julho 25, 2006

Há que dar produção!!

Na sequência das novidades introduzidas na IR Holding, parece que "Há que dar produção!" e afinal é mesmo preciso trabalhar...
Vejamos o caso mais recente: o nosso mentor exige ao nosso Erreagá uma resposta imediata à posição laboral do Remigídio e vai daí que o nosso Adalcindo, porque "Há que dar produção!" vai a correr responder, inclusivamente, à solicitação do mentor. Ora vejamos... antigamente, este tipo de situações exigia, no mínimo, 2 meses de reflexão! Mas agora não! "Há que dar produção!" e o nosso Adalcindo, inclusivamente, fez horas extraordinárias no fim de semana para poder responder logo na 2ª feira à primeira hora!
Não tá certo!!! Porque isto vai que não vai e estamos aqui estamos a subir o indice de produtividade nacional!!
Eu exijo... quer dizer... Eu quero... ou melhor... Eu peço .... pronto... eu gostava que me ouvissem.. …... e acho que devíamos rever esta situação….

Devíamos convocar uma Assembleia Geral de associados da IR Holding e quem sabe, inclusivamente, discutir este assunto! Isto, se houver alguma coisa para discutir...

Remigídio ao rai-xis


nome: Remigídio A. Sadraque (demonstração do amor de pais)
função dentro da holding: aquele escravo que trabalha mediante agressões
idade: entre os vinte e poucos, o trinta e tal e os quarenta muitos
profissão: ecid (continuo sem perceber o que é)
o que realmente faz: avaliação e decisão sobre certas coisas
desportos praticados: levantamento do copo e arremesso da beata
comidinha pró bucho: tudo o que tenha mais 350% de calorias do que a ddr
pra matar a sede: tudo o que tenha mais de 5% de alcoól
carro de sonho: Aston Martin como o 007 com tudo o que tenho direito (misséis, granadas, vodka martini, etc)
carro real: este belo R5 (deixou de funcionar no outro dia)
gaja de sonho pra levar no carro real: sem dúvida nenhuma, uma destas, porque não reclama com nada

segunda-feira, julho 24, 2006

Novatos - parte II

A pedido do Naldiro, o nosso grande mentor espiritual, aqui estou para descrever o que é que se espera que o Remigídio faça. Efectivamente, este nosso novo colaborador, e no âmbito da nossa estratégia, foi recrutado pelos seus excelentes conhecimentos sobre as coisas da indústria. Como este blogue tem projectos para se expandir na indústria, e nas coisas da indústria (pensavam que só o Ti Belmiro de Azevedo é que podia, não?) julgámos que um especialista destes daria sempre jeito nas avaliações e decisões sobre o material derivado da indústria. E das suas coisas claro!
Assim contratamos um ecid – especialista de coisas da indústria e deslocações.

Portanto o que se espera, é que ele escreva e trate de assuntos relacionados com essas coisas. Coisas da indústria, assuntos relacionados com a indústria das coisas, projectos que contemplem a vertente industrial das coisas, coisas que afectam a potencialidade industrial de uma qualquer coisa, no sector da industria, coisas industriais e afins claro, e como não poderia deixar de ser, tudo o que tenha a ver com coisas, que só especialistas desta área sabem. Assim sendo, e porque acho que fui bastante claro nas coisas que esperamos que faças, nada de inventar outras coisas, que não há dinheiro para te pagar muito menos do que já te pagamos.

Já me esquecia. O termo "deslocações" foi só para te subir um degrauzito na grelha salarial do IRCT (umas leis retrógadas aprovadas a seguir ao 25 de Abril) do nosso sector de actividade. Chamamos a isto "enriquecimento de tarefas". Se assim não fosse, provavelmente terias que pagar, para pertenceres a esta holdig. E mais, considera isto um bónus que a gerência te tribui, a sonoridade do teu título, ecid, poder-te-á proporcionar momentos de fama inalcançáveis. Imagina o exemplo de um diálogo:

- Então o que é o que faz exactamente?
- Sou ecid!
- Ai é o José Cid? Tem graça que sem os óculos nao o reconheci!

sexta-feira, julho 21, 2006

Novatos

Eu já sabia que isto ia acontecer. Depois de semanas de planeamento rigoroso de estratégias colectivas, métodos e conteúdos de postagem, aparece sempre alguém que não sabe bem o que é que foi pedido. No presente caso foi o Remigído, recém chegado aqui ao estamine, ainda não conhece bem os cantos à casa, o que por si só não é desculpa, mas sempre é um factor atenuante.

Ora bem, o que se passa é que o Remigídio vai ter de indicar a profissão quando apresentar o seu rai-xis. Acontece que ele não sabe muito bem - nem muito mal - o que faz. O que vale é que aqui na holding temos especialistas para tudo e mais alguma coisa. Portanto, meu caro Adalcindo, faz o obséquio de elucidar ali o Remigídio no que consiste a sua profissão exactamente.

Adalcindo ao rai-xis


nome: Adalcindo J. Parcídio (não tenho culpa, foi a minha mãe)
função dentro da holding: Ainda ninguem me explicou muito bem...
idade: 20 e poucos... mais IVA à taxa actual!
profissão: erreagá (era para ser primeiro-ministro mas nenhum partido me aceitou. Talvez o PPM me aceite...eu até gosta da Zabelinha)
o que realmente faz: Nada. Vivo de um prémio da lotaria do Burundi, mas não tem nada a ver com este país estar em n.º1 da lista dos países com mais corrupção!
desportos praticados: mappling...de mapple!
comidinha pró bucho: Tremoço..do grande, curtido com urina!
pra matar a sede: Mil9evinte
carro de sonho: Sou casado. Não tenho essas veleidades!
carro real: Transportes púbicos, perdão públicos!
gaja de sonho pra levar no carro real: Sou casado. Não tenho essas veleidades!

quinta-feira, julho 20, 2006

Naldiro ao rai-xis


nome: Naldiro F. Reboredo
função dentro da holding: mentor espiritual
idade: 20 e poucos... alguns... mais ou menos
profissão: etipfa (desde pequenino que queria ser)
o que realmente faz: investiga umas cenas e azucrina a cabeça aos outros elementos pra postarem
desportos praticados: aahh.. pois.. ora bem.. desporto mesmo?.. assim de repente não estou a ver
comidinha pró bucho: trás-me um prato de iiiscas.. um prato de iscas
pra matar a sede: com tinto.. tinto
carro de sonho: um fulgurante porshe 911 turbo S
carro real: este bolide lustruoso baptizado de "o flexa veloz"
gaja de sonho pra levar no carro real: aquela que vinha na capa da Maxmen.. uma

quarta-feira, julho 19, 2006

O hit do verão

A "História de um Mamute" via Vizinho.

Aviso: pode causar dependência

A isto chama-se preocupação

Ora bem, no outro dia ia a passar por ali, sabem, naquela estrada, que tem um pouco de alcatrão, alguns buracos, e sem passeios nem bermas... já sabem onde é, penso. E qual não é o meu espanto quando olho para o lado e vejo:

Ora bem, Parque só para Utentes do Cemitério?!? Por isso é que lá estava estacionado o Porsche 356 SPEEDSTER, o Stanley Steamer 1920 e o Panhard 1910 do meu "Tretaravô" (que Deus o tenha em paz e sossego) para que ele, naquelas noites de Lua Cheia possa sair e ir beber um cafézito ao Snack lá da esquina.

Já agora também lá estava um Ford T, só não me parece, que o Utente deste Cemitério que é o dono desta relíquia ainda tenha idade para continuar a ter Carta de Condução.

Certo, certo é que gostei de ver a preocupação pelos utentes deste local, pois têm sempre lugar para a sua viatura, e ainda por cima, sem parquímetro, pois se assim não fosse, imaginem a quantidade de moedas que estes Utentes lá teriam de colocar...

segunda-feira, julho 17, 2006

Frase do dia

«Enquanto o meu patrão fizer de conta que eu ganho muito, eu faço de conta que trabalho muito.»

quinta-feira, julho 13, 2006

Nota

Só para informar que existem ainda alguns vestígios de actividade no GF. Em particular destaco esta posta do RAP.

Exames Gratuitos

Eis uma nova profissão que está a aparecer, ligada à Medicina, e em vez de passar longos dias, meses, anos, décadas nas listas de espera da Segurança Social, ou ir pagar couro e cabelo a uma clínica privada, nesta profissão os exames são gratuitos...

Mamografias grátis... quem quiser pode inscrever-se pois são necessários mais colaboradores para os "franchisados" espalhados pelo país.

Fotografia recebiada por email...

terça-feira, julho 11, 2006

Tenham medo...

as caras da holding estão a chegar...